Central Fajã da Nogueira

Share Image

A Central da Fajã da Nogueira foi a última das centrais hidroelétricas construídas na segunda fase do plano hidroagrícola iniciado na década de cinquenta. Com a sua entrada em funcionamento em 1971, a Madeira ficou...

    Centrais hidroeléctricas

    Produzimos, transportamos, distribuímos e comercializamos energia na Região Autónoma da Madeira, de forma ambientalmente sustentável, satisfazendo os requisitos e expectativas dos nossos clientes.

    EEM, Energia, Electricidade, Produção, Transporte, Distribuição, Comercialização, RAM, Região Autónoma da Madeira, Ambiente, Sustentabilidade, Cliente, Serviço, Rede Elétrica, Qualidade

    Central Fajã da Nogueira

    A Central da Fajã da Nogueira foi a última das centrais hidroelétricas construídas na segunda fase do plano hidroagrícola iniciado na década de cinquenta.

    Com a sua entrada em funcionamento em 1971, a Madeira ficou dotada de um sistema de produção hidroelétrica fundamental para a Região, quer pelos aspetos económicos e de dependência do exterior, que ainda hoje ajudam a atenuar; quer pelo papel importantíssimo que estas centrais (Serra de Água, Calheta, Ribeira da Janela e Fajã da Nogueira) tiveram no período difícil que antecedeu a regionalização da E.E.M. (1975 a 1978), devido à manifesta insuficiência de meios de produção da antiga Central Térmica do Funchal, hoje reconvertida no Museu da Eletricidade.

    A Central da Fajã da Nogueira está implantada junto à Ribeira da Ametade, sendo a altitude do solo da central de cerca de 625 metros.

    Esta central utiliza águas das levadas da Serra do Faial e do Juncal, conduzidas até uma câmara de carga localizada no Pico da Nogueira, à cota aproximada de 968 metros.

    Ver mais informações

    Central Fajã da Nogueira

     

    Atualizado em 23/01/2024 16:13 por Francisco Alves.

    Conteúdo não disponível

    Conteúdo não disponível em ecrãs de pequenas dimensões